terça-feira, 13 de setembro de 2016

No Pará, mais de 16 mil disputam um mandato em 2016

Foram protocolados, em todo o Estado do Pará, 16.418 pedidos de registro de candidatura para as eleições de outubro, sendo 455 para prefeito e vice-prefeito cada e 15.702 para o cargo de vereador, de acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE/PA), com dados consolidados até a última segunda-feira, quando encerrou o prazo para que partidos políticos e coligações informassem à Justiça os dados sobre seus candidatos. Somente em Belém, a 97ª Zona Eleitoral recebeu 839 pedidos, sendo nove nomes de políticos que concorrem ao cargo de prefeito e mais nove a vice-prefeito e 821 candidatos que disputam mandato de vereador. 
Dez pré-candidaturas à Prefeitura de Belém chegaram a ser divulgadas, mas um problema na transmissão de mídia fez com que o PT não conseguisse registrar sua candidata, Regina Barata, dentro do prazo. Porém, isso não deve impedir que ela dispute. João Batista, coordenador de campanha da petista, explicou que o partido foi orientado pela juíza eleitoral a registrar individualmente cada candidatura, durante o dia de ontem. 
O TRE informou que, nos casos em que o pré-candidato, escolhido em convenção, não tiver o registro de candidatura solicitado pelo partido ou coligação, este terá o prazo de 48 horas após a publicação da lista/edital de pedidos de registros de candidatos, para solicitar a candidatura junto à Justiça Eleitoral. 
No interior do Estado, o recebimento das solicitações ficaram a cargo das respectivas zonas eleitorais. Já na capital, o recebimento das solicitações ficou sob a responsabilidade da 97ª ZE. O Tribunal Regional Eleitoral só irá divulgar informações dos registros de candidatos, como os nomes deles, após a publicação da lista/edital dos registros requisitados. De acordo com o calendário eleitoral, o prazo para que o Tribunal publique esse edital vai até o dia 18 desse mês.

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Acidente com Ônibus da viação quaresma na BR-163

Na manhã desta quinta feira, 25/08/16, aproximadamente às 5:30, a equipe PRF de plantão foi acionada via NIOP para atendimento à um acidente no km 995, em frente à brasilkirin envolvendo um ônibus da viação QUARESMA.
Conforme averiguação realizada no local do acidente na BR-163, km 995, município de Santarém, constatou se mediante os vestígios que o ônibus da viação QUARESMA, com 20 passageiros, Itaituba à Santarém saiu da pista, adentrando a mata. Samu e bombeiros estiveram no local onde constatou que não havia nenhuma vítima.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Itaituba: Comerciante "Alemão" é morto à tiros em seu bar na liberdade

Wanderley José Franz, 49, conhecido por, "Alemão", foi morto a tiros nesta manhã de quinta-feira, (11), em seu estabelecimento comercial. O ‘Bar do Alemão’, localizado na Transgalego, 2ª Rua do Bairro da Liberdade.

“Alemão” estava sentado no interior do estabelecimento quando dois indivíduos chegaram de moto e um deles desceu disparando em direção ao comerciante, tomando rumo à estrada do BIS. Alemão chegou a ser socorrido ainda com sinais vitais para o HMI, mas não resistiu e morreu ao dar entrada.
Guarnições da PM estiveram no local do crime colhendo informações para detalhar uma linha de investigação. “Alemão” era um comerciante bem quisto no bairro e muito conhecido na cidade por sua forma de agir e se relacionar com os amigos. Ainda não há pistas sobre os assassinos. Não é de conhecimento de amigos e parentes que o mesmo tivesse alguma desavença com alguém, porém seu filho esta no presidio de Itaituba, cumprindo pena por homicídio, e ele esta sendo acusado de um 2º homicídio, a policia vai investigar se a morte de “Alemão” tem alguma haver com as atitudes do filho, que teria se tornado um elemento perigoso no CRI.

Fonte: Mauro Torres 
Fotos: Reprodução Whatsapp

segunda-feira, 18 de julho de 2016

PM morre após ser espancado e alvejado com sua própria arma em Santarém, PA.

Na noite deste domingo, 17 de Julho, por volta das 22 horas um Policia Militar de Santarém, identificado por Davi Lira Sampaiomorreu após ser violentamente agredido e alvejado com sua própria arma.

(Sd. Sampaio)
Segundo informações o soldado Davi Lira Sampaio que completou 33 anos neste sábado dia 16 de Julho. Ele estava de folga em um bar, localizado na Assis de Vasconcelos com a 24 de Outubro, próximo ao Colégio São Raimundo, quando no local teria acontecido uma briga generalizada. Informações dão conta que o militar teria tentado apartar a briga, porem teria sido agredido e como estava armado teria atirado em uma pessoa que morreu na hora. Amigos da vitima que estavam no local partiram para cima do policial que foi imobilizado, teve sua arma subtraída, foi violentamente espancado e alvejado com um tiro com sua própria arma.  O militar teve sua arma e seu celular levado. 
(Sd. Sampaio)
Militares que estavam de serviço chegaram rapidamente ao local normalizaram a situação. O Sd. Sampaio ainda foi socorrido com vida para o PSM, mas pouco tempo depois não resistiu à gravidade dos ferimentos e veio a óbito. Logo após o acontecido os trabalhos de investigação para encontrar quem atirou no PM começaram e pouco tempo depois chegaram a dois nomes que teriam participação direta na morte do PM. Os elementos foram identificados pelos prenomes de: “Pona” e “Louro”. 
(Erick Newton conhecido por "Caçula")
O resultado da briga foi duas mortes, um civil e um militar, a situação ainda esta tensa. Parentes do civil morto culpam o militar pelo o acontecido, dizem que matou uma pessoa que tava envolvido na briga. Porem algumas pessoas saíram em defesa do policial, disseram que ele apenas queria apartar a briga, mas teria agredido e atirado em legitima defesa. 

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Eleições 2016: partidos podem escolher candidatos a partir do dia 20 deste mês


Os candidatos que pretendem disputar as eleições de outubro devem ficar atentos as datas que estão no calendário estabelecido pela Justiça Eleitoral. Nestas eleições, serão aplicadas as mudanças estabelecidas pela Reforma Eleitoral (Lei 13.165/2015), aprovada no ano passado pelo Congresso.

Com a nova norma, houve mudanças nos prazos, como aumento do período para apresentação dos registros de candidaturas, diminuição na duração da propaganda no rádio e na televisão e a proibição de doações de empresas privadas para as campanhas políticas. A partir de agora, os partidos deverão se manter por meio de doações de pessoas físicas e de recursos do Fundo Partidário.

Convenções - Do próximo dia 20 de julho até 5 de agosto, os partidos estão autorizados a promoverem as convenções para escolherem os candidatos que vão disputar os cargos de prefeito, vice-prefeito e a vereador. O primeiro turno da eleição municipal será no dia 2 de outubro.

No mesmo dia, candidatos, partidos e coligações poderão pedir direito de resposta a órgãos de imprensa por contestarem afirmações e imagens que considerem caluniosas.

A partir do dia 6 de agosto, emissoras de rádio e de televisão, por serem concessões públicas, estão proibidas de veicular opinião favorável ou contrária a candidatos e partidos políticos. As tevês também não podem dar tratamento privilegiado a candidatos de forma dissimulada em novelas ou filmes.

Propaganda na internet - O prazo para registro de candidatura nos tribunais regionais eleitorais termina no dia 15 de agosto, às 19h. No dia seguinte, a propaganda passa a ser permitida na internet e nas ruas. De acordo com a lei eleitoral, os candidatos podem participar de carreatas, distribuir panfletos e usar carros de som de 8h às 22h.

Comícios - Também estão permitidos comícios das 8h às 24h. A propaganda eleitoral no rádio e na televisão está prevista para começar no dia 26 de agosto. A reforma aprovada no ano passado reduziu de 90 para 45 dias o período de campanha.


Fonte: Agência Brasil

quinta-feira, 14 de julho de 2016


'Não sabia que daria rolo', diz mãe que dopou filha para sexo com namorado.

Casal foi preso na manhã desta terça-feria (12), em Manaus (Foto: Indiara Bessa/G1 AM)
Estupros ocorreram em Manaus; vítima tem 14 anos e deficiência, diz polícia. Suspeito nega crime e diz que 'falava besteiras, mas nunca teve sexo'.

Um homem e uma mulher de 32 e 35 anos, respectivamente, foram presos na manhã desta terça-feira  (12) suspeitos de abusar sexualmente de uma adolescente de 14 anos, em Manaus. Segundo a polícia, a vítima é filha da suspeita e possui deficiência visual e mental. De acordo com a Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), a mãe dopava a vítima para que o namorado cometesse o abuso. Rogério Correa de Lima nega o crime. De acordo com a delegada Juliana Tuma, as prisões dos infratores ocorreram na manhã desta terça-feira (12). A mulher foi localizada na casa onde morava com um irmão no bairro Cidade Nova, Zona Norte. O autônomo foi localizado em uma via no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste.

Segundo Juliana Tuma, as investigações em torno do caso tiveram duração de um mês e confirmaram que a mãe dopava a filha para que o namorado pudesse estuprar a adolescente. O caso foi denunciado por uma professora da vítima, que notou mudanças no comportamento da adolescente. Assim que a investigação teve início, a menina foi retirada da mãe e encaminhada para um serviço de acolhimento na capital. Os estupros ocorreram entre o começo de abril e fim do mês de maio deste ano. Segundo as investigações, a adolescente foi abusada, ao menos, três vezes.

A delegada Juliana disse ao G1 que teve acesso a conversas de whatsapp onde a mãe oferecia a virgindade da filha para o próprio namorado. Eles, inclusive, combinaram de dopar a jovem. Exames feitos no Instituto Médico Legal (IML) de Manaus confirmaram a violência sexual, conforme a delegada. Na delegacia, a mãe da adolescente, segundo a polícia, confessou o crime e afirmou que a ideia de oferecer a filha dela era com a intenção de satisfazer o companheiro. No entanto, ela alegou ter sido influenciada pelo namorado. "Primeiro tivemos acesso às conversas, depois a gente apreendeu o telefone, submeteu à polícia e teve acesso à integralidade das conversas, inclusive esse autor e essa mãe trocavam fotos íntimas dessa adolescente", afirmou Juliana.

Ainda em depoimento, ela afirma que chegou a presenciar os abusos em uma das vezes. "Eu não sabia que ia dar todo esse rolo. Ele me incentivou", disse a suspeita ao G1. O namorado negou o crime. "Estou com a consciência limpa porque esses atos não aconteceram. Eu não sabia que ela era deficiente. A criança nunca foi tocada. Se houve estupro, foi muito antes de mim. A gente falava muita besteira, mas nunca teve ato sexual", disse Lima. A delegada da Depca disse que, diante das provas, foi pedida a prisão preventiva dos dois. O mandato de prisão foi expedido pelo juiz Genesino Braga Neto da Especializada em crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes. Os dois serão conduzidos à cadeia em Manaus.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Itaituba: Indígena confessa assassinato e alega que vitima teria cometido abuso sexual

Resposta Rápida: Em uma ação rápida da guarnição da Policia Militar de Itaituba, destacada no distrito de Miritituba, composta pelos militares: SGTs. Lago; Odenilson; Cb. Luiz e Sd. Welligton, com apoio do serviço reservado conseguiram prender o principal acusado de ter matado Edmar Pereira de Sousa, 39 anos, na madrugada de quarta feira, 06, em Miritituba.

(corpo despido na mata)
Corpo achado e investigação: Logo após o corpo de Edmar ter sido encontrado por populares na manhã de quarta feira, 06, em um local de mata próximo o Rio Tapajós em Miritituba a policia militar caiu em "campo" para tentar prender o assassino ou os assassinos. Depois de um trabalho de investigação minuciosa os militares conseguiram chegar ate um suspeito identificado por Raulison Paigó Mundurucu, de 18 anos, ele teria sido o ultimo á ser visto com a vitima. 
(Edmar Pereira de Sousa- Vitima)
Identificação e prisão do suspeito: Com a identificação do principal suspeito de cometer o crime, à primeira parte da missão tinha sido cumprida, agora era localiza-lo, e não demorou muito para que a policia descobrisse seu paradeiro. O mesmo estaria homiziado em uma casa na Vicinal Santa Rida, região do Itapacurá, há cerca de 28 km de Miritituba. De posse da localização, os militares se prepararam para dar o “bote”, foram de madrugada para o local, e por volta das 6hs00min da manhã de quinta feira, 07, cercaram a casa, adentraram e deram voz de prisão há todos que estavam na residência ainda dormindo, nenhum deles esboçou reação. No local foram presos: Raulison Paigó Mundurucu; Rony Paigó Mundurucu, (seriam primos); Diemison Rocha da Silva e Dhione Rocha da Silva, (irmãos). 
(Raulison; Rony; Diemison e Dhione)
Presos negam crime: Todos foram encaminhados para a delegacia de Policia para serem ouvidos em depoimento. Inicialmente todos negaram qualquer participação na morte de Edmar; Raulison o principal suspeito negou o crime, disse que já tinha falado coma vitima, mas não tinha o matado. Com a negação de Paigó a policia o confrontou com algumas informações precisas, e o mesmo não teve saída a não ser confessar o crime e tudo foi registrado em depoimento.